Padre Marcelo Rossi
 
Notícias anteriores

 

 

 

 

"Não tenhais medo do matrimônio": Dom Paglia comenta tuíte do Papa

 

Cidade do Vaticano (RV) - “Queridos jovens, não tenhais medo do matrimônio: Cristo acompanha com a sua graça os esposos que permanecem unidos a Ele.”

Esse é o tuíte publicado nesta terça-feira pelo Papa Francisco em sua conta Twitter@Pontifex, que tem mais de vinte e dois milhões de seguidores no mundo inteiro.

Sobre o encorajamento do Santo Padre aos jovens, faltando menos de três meses para o Sínodo sobre a família, a Rádio Vaticano ouviu o presidente do Pontifício Conselho para a Família, Dom Vincenzo Paglia. Eis o que disse:

Dom Vincenzo Paglia:- “Como de costume, o Papa Francisco acertou de cheio. Todos nós, inclusive com o aproximar-se do Sínodo, sabemos que são muitos os problemas em torno do tema do matrimônio, da familia. Mas a questão de fundo é exatamente esta: infelizmente, muitos jovens têm medo de se casar, não porque sejam – por assim dizer – piores que os do passado, absolutamente não! Há uma cultura que impele a ter medo, que provoca tal desconcerto frente a escolhas definitivas, levando facilmente a voltar atrás. O Papa Francisco repete hoje aos jovens: “Não tenhais medo!” De certo modo, é singular que esta afirmação na Bíblia apareça 365 vezes, uma ao dia. Diria que essa insistência cotidiana deve ser o refrão que deve ressoar no coração e na mente dos jovens porque – realmente – se se está unido a Cristo, o matrimônio, a união para sempre, consegue dar aquela estabilidade que uma sociedade por demais inconsistente impede.”

RV: É interessante que, para encorajar os jovens, o Papa Francisco utilize o tuíte, ou seja, uma “modalidade jovem” que, propriamente, é utilizada pela juventude sobretudo, portanto, também uma modalidade para conectar-se com aqueles que ouvem...

Dom Vincenzo Paglia:- “Exatamente. Nesse sentido, mais uma vez se compreende um Papa que sai dos esquemas ordinários, um tanto pomposos e solenes, para se aproximar de todos. Em suma, quando o Papa Francisco nos pede que “saiamos”, não o faz somente com palavras, mas também com os fatos e, inclusive, com este pequeno meio extraordinário que é o tuíte, que, de certo modo, consegue tocar a mente e o coração. Fazemos votos de que realmente este tuíte chegue ao coração!”

RV: A seu ver, o que a Igreja pode fazer para ressaltar a beleza do matrimônio num período em que, talvez, a cultura mostre mais os perigos e as dificuldades a que se incorrem ao constituir uma família?

Dom Vincenzo Paglia:- “Creio que a Igreja tenha um tesouro neste campo: um tesouro espiritual, humanístico, de uma riqueza incrível, muitas vezes pouco conhecida e até mesmo esquecida. Hoje é preciso haurir desse tesouro, e repropor o matrimônio e a família não como uma escolha simplesmente para si, mas como o modo para transformar o mundo. O matrimônio e a família não é uma escolha confinada no recinto dos próprios afetos: é uma escolha para a sociedade, para o mundo!” (RL)

 

 

 

 

 

Fonte: News.va

Imprimir
Voltar