Dia mundial dos Pobres: “Não amemos com palavras, mas com ações”!

 

Ganhamos mais uma data para que façamos uma profunda reflexão sobre nosso papel neste mundo. O dia 19 de novembro é agora o dia Mundial dos Pobres. Data instituída pelo próprio Papa Francisco, com o objetivo de alertar a população de todo o mundo, sobre a necessidade de ações para diminuir e erradicar a pobreza em todo o mundo.

Com o tema:  “Não amemos com palavras, mas com obras”. Igrejas de todas as partes do planeta promoverão neste domingo, diversas ações em prol dos mais necessitados.

No Vaticano, após uma missa que espera reunir cerca de 5 mil pessoas carentes, as famílias mais necessitadas irão almoçar com o Papa. As outras pessoas terão também refeições oferecidas em diferentes colégios católicos de Roma.

Desde a semana passada, vários postos de saúde foram montados no Vaticano, formando um hospital improvisado batizado de “Tenda da misericórdia”, para atender gratuitamente a população desprovida de dinheiro.

Foi firmado também um acordo com muitos restaurantes de Roma, para que estes atendam cada um, pelo menos dez pessoas carentes. Com um detalhe: Estas pessoas poderão escolher qualquer prato dos cardápios do restaurante e não apenas o prato mais simples da casa.

Representantes das arquidioceses de Paris, Lyon, Nantes, Angers e Beauvais, na França. Varsóvia e Cracóvia, na Polônia. Solsona, na Espanha. Bruxelas, na Bélgica e Luxemburgo, participarão da missa no Vaticano e estão promovendo ações semelhantes às de Roma.

A arquidiocese de Los Angeles, nos Estados Unidos, organizou uma grande missa e procissão em Hollywood. Foi firmada uma parceria com associações assistenciais que farão palestras de incentivo para os mais pobres e debates com empresas que podem de alguma maneira ajudar de modo mais efetivo.

No Brasil, a arquidiocese de São Paulo realiza um trabalho voltado para as pessoas que vivem na rua, oferecendo cortes de cabelo e barba, além de roupas e refeições.

A arquidiocese de Belo Horizonte organizou um mutirão dedicado aos mais pobres com orientações jurídicas e ações psicossociais.

No Rio de Janeiro, padres e equipes de assistência social promovem o Fórum Pastoral de Diálogo com a Sociedade, abordando temas como educação, saúde, habitação, trabalho e renda. Foi organizado também um grande café da manhã em frente a Catedral Metropolitana de São Sebastião.

A arquidiocese de Olinda e Recife, em Pernambuco, promoverá visitas a comunidades carentes, além de uma visita ao Hospital Nossa Senhora de Lourdes e o Abrigo para idosos Cristo Redentor, para apoiar e levar a Fé há muitos pobres que se encontram nestes locais.

A arquidiocese de Porto Alegre, fará missas especiais em comemoração à data.

 

Por: Mário Duarte